Buscar
  • Crosby Oficial

EDUCAÇÃO FINANCEIRA EM 10 PASSOS

A Educação Financeira é essencial para a organização de um indivíduo, imagine de uma empresa, onde há muito fluxo de dinheiro! A educação financeira não consiste em apenas cortar gastos e diminuir as despesas. Mas compreender quais as melhores ações que devem ser tomadas para que você consiga ter uma segurança material para o futuro, seja na sua vida pessoal, seja com as finanças do seu negócio.


Vamos aos 10 passos práticos? :D


Passo 1: ORGANIZAÇÃO

É importante saber a importância de atuar como pessoa física ou pessoa jurídica. Portanto, segundo a advogada Carolina Defilippi, todo mundo é considerado PF ao nascer, mesmo que não tenha CPF, o cadastro na Receita Federal. Já a PJ é um conjunto de pessoas ou bens criado de acordo com a lei e com uma finalidade – que pode ser administração, prestação de serviços, produção ou comercialização de produtos.


Passo 2: CONTAS BANCÁRIAS

Estude para saber o que é melhor para a sua empresa: criar uma conta em bancos tradicionais (Itaú, Santander, Bradesco…) ou em bancos digitais (Nubank, Inter, Neon…). Cada um decide de acordo com o seu caso, e também de acordo com as suas preferências.


Passo 3: PLANO DE CONTAS

Aqui, você precisará detalhar a receita de acordo com as categorias: produtos, serviços, impostos, custo direto, despesas comerciais e despesas fixas. É preciso compreender que cada categoria possui uma subcategoria, e cada subcategoria possui seus itens. Veja no quadro abaixo:


Passo 4: FLUXO DE CAIXA

Diariamente, você pode fazer o controle do fluxo de caixa da sua empresa. Uma conta simples para você seguir: Fluxo de caixa inicial (+) Total de entradas de caixa no período (-) Total de saídas de caixa no período = Fluxo de caixa líquido no período. Se você não tem ideia de como fazer isso, estude ou procure um profissional para te auxiliar nesta tarefa importante!


Passo 5: SISTEMAS DE CONTROLE

Você pode utilizar sistemas de controle como aliados nas suas ações. Por exemplo, TeuControle.com, Excel, Omie, Xero, QuickBooks, Conta Azul… Há várias opções, e você deve ver qual se encaixa melhor nos processos da sua empresa! ;)


Passo 6: ROTINA

A sua rotina empreendedora deve contar processos como: conciliação bancária (é o processo que consiste na comparação entre o extrato bancário com as informações de controle financeiro interno de uma empresa), realize cobranças (utilize lembretes, saiba abordar quando for cobrar, ofereça alternativas/facilite o pagamento e saiba negociar) e o controle de contas (receita x despesas. Evite a equação despesas > receita!).


Passo 7: PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Aqui, é ideal que você faça um planejamento de 2 anos. Assim, você saberá qual a meta de faturamento, previsão de saídas e o número de clientes que a sua empresa deverá atingir dentro de cerca de 730 dias!


Passo 8: INDICADORES

É super importante fazer o cálculo da margem de contribuição e do ponto de equilíbrio. Olhe os quadros a seguir para entender melhor:



Passo 9: RELATÓRIOS GERENCIAIS

Alguns relatórios como o DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício), Balanço Patrimonial e Relatório Financeiro (Indicadores) serão essenciais para a compreensão dos seus gastos e lucros no decorrer de determinados períodos.


Passo 10: FORMAÇÃO DE PREÇO

Para saber qual o preço ideal dos seus produtos, você precisará estudar alguns itens que influenciam na produção e venda do mesmo:

  • Custo direto;

  • Impostos;

  • Despesas comerciais;

  • Despesas fixas;

  • Lucro.

Só assim você poderá comercializar o seu produto da melhor forma possível! ;D


E então, curtiu as dicas sobre Educação Financeira? Não é nada fácil empreender, mas não significa que é uma tarefa impossível, hein!

180 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo